Se alguém te procurar…..

Com alegria… É porque você tem o sorriso.
Com lágrimas… É porque você tem o lenço.
Com versos… É porque você tem a música.
Com beijos… É porque você tem o mel.
Com dúvidas… É porque você tem o caminho.
Com desânimo… É porque você tem o estimulo.
Com fantasias… É porque você tem a realidade.
Com desespero… É porque você tem a Serenidade.
Com segredos… É porque você tem a cumplicidade.
Com tumulto… É porque você tem a calma.
Com confiança… É porque você tem a força.
Com medo… É porque você tem o AMOR!!!
Ninguém chega até VOCÊ por acaso!!!!

Olá, mundo! voltei!

“Deus move o céu inteiro naquilo que o ser humano é incapaz de fazer. Mas não move uma palha naquilo que a capacidade humana pode resolver.”

Deus está no controle

Fácil difícil, fácil, difícil….

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata!

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.

Fácil é perguntar o que deseja saber…
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.

Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma.

Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.

Fácil é ocupar um lugar na lista telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém e saber se é realmente amado.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos e admitir que nos deixamos levar.

Fácil é dizer “oi” ou “como vai?”
Difícil é dizer “adeus”. Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas…

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. E aprender a dar valor somente a quem te ama.

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá…

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende.



 

Depende de você….

O amor que quer encontrar nos outros…
depende de você.
A paz que busca numa procura desesperada…
depende de você.
O diálogo, base de toda convivência…
depende de você.
O caminho para a renovação…
depende de você.
A realização dos seus grandes sonhos…
depende de você.
Reclamar ou servir,
Revoltar ou ponderar,
Desprezar ou valorizar,
Omitir ou colaborar,
Adoecer ou curar,
Rebaixar ou elevar,
Monologar ou dialogar,
Fechar-se ou abrir-se,
Estacionar ou progredir.
Tudo é uma questão de escolha…
…e esta escolha depende
unicamente de você!

E já que tudo depende só de você…
trate de ser feliz!!

Te olho nos olhos

Te olho nos olhos e você reclama
Que te olho muito profundamente.

Desculpa,
Tudo que vivi foi profundamente…
Eu te ensinei quem sou…
E você foi me tirando…
Os espaços entre os abraços,
Guarda-me apenas uma fresta.

Eu que sempre fui livre,
Não importava o que os outros dissessem.

Até onde posso ir para te resgatar?

Reclama de mim, como se houvesse a possibilidade…
De me inventar de novo.

Desculpa…se te olho profundamente,
Rente à pele…
A ponto de ver seus ancestrais…
Nos seus traços.

A ponto de ver a estrada…
Muito antes dos seus passos.

Eu não vou separar as minhas vitórias
Dos meus fracassos!

Eu não vou renunciar a mim;

Nenhuma parte, nenhum pedaço do meu ser
Vibrante, errante, sujo, livre, quente.

Eu quero estar viva e permanecer
Te olhando profundamente."

(Ana Carolina)

quando tiver dúvidas!!! Ore a Deus!!!!!

Falando sobre Livro disfarça seu notebook em público – Title1

 

Citação

Livro disfarça seu notebook em público – Title1
Case disfarça laptop de livro antigo para uso em público

Entradas Mais Antigas Anteriores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.